Diretor de operações da Chesf afirma que redução de vazão foi previamente comunicada a Compesa

(Foto: Reprodução/Internet)

Nas últimas semanas alguns bairros de Petrolina sofreram com a falta d’água. Segundo a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa), a redução na vazão da barragem de Sobradinho foi a responsável pelo problema no abastecimento.

No dia 1º de março, a Compesa comunicou que a Companhia Hidro Elétrica do São Francisco (Chesf) reduziu de maneira repentina a vazão e não teria comunicado a Compesa. No entanto, o diretor de operações da Chesf, João Henrique Franklin afirma que o Governo de Pernambuco já estava ciente das reduções.

LEIA TAMBÉM:

Em recuperação, barragem de Sobradinho alcança 26% da capacidade

“A Agência Nacional de Água faz uma reunião com todos os envolvidos na Bacia do São Francisco, com todos os estados. Então não há porque falar de falta de divulgação”, explicou João Henrique em participação no programa Super Manhã, na Rádio Jornal Petrolina.

O diretor de operações também informou que a redução na vazão da barragem está autorizada pela ANA e pelo IBAMA desde 2013. João Henrique também informou que, devido aos problemas registrados pela Compesa, a Chesf vai analisar a situação e averiguar a necessidade de adequar a vazão.

Deixe uma resposta