Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Dois homens acusados de assalto a Banco em Pernambuco são mortos em troca de tiros com a Polícia; outros quatro suspeitos foram presos

Equipes do Batalhão Especializado de Policiamento do Interior (BEPI) da Polícia Militar de Pernambuco prenderam nesta terça-feira (24), quatro homens acusados de explodir, no mesmo dia, o caixa eletrônico do Banco Bradesco da cidade de Jucati, que fica no agreste pernambucano. Outros dois suspeitos foram mortos em troca de tiros com os policiais.

Após receberem as informações sobre o crime, os policiais do BEPI se deslocaram para o local e lá foram informados que os assaltantes haviam usado uma caminhoneta S10 de cor branca para fugir. Durante as buscas, os acusados foram localizados em um sítio, mas ao perceberem a presença dos policiais, os homens empreenderam fuga pela caatinga.

Após horas seguindo rastros, as equipes se depararam com um homem identificado por José Luiz dos Santos Silva e um outros ainda não identificado, cada um em posse de 01 espingarda calibre 12, que passaram a efetuar disparos contra a equipe do BEPI. Os policiais revidaram e os dois foram baleados e socorridos para um hospital, mas não restiram aos ferimentos.

Ao retomarem as buscas, as equipes do BEPI localizaram, em uma residência, 01 S10 branca, outras duas S10 de cor prata 01 Celta de cor prata e um Fiat Uno preto. No local foram conduzidos para prestarem esclarecimentos Luiz Antônio Roldão de Morais, 38 anos, Leonardo Arruda Alves, 31 anos, Carlos Roberto Teixeira de Lima, 22 anos e Marconio Roldão de Araújo Júnior, 31 anos. Eles foram ouvidos e depois liberados pela polícia.

No interior da residência foram apreendidos 01 Espingarda Cal. 12, 01 Rifle Cal. 44, 01 Rifle Cal. 22, 01 Espingarda de fabricação caseira tipo “soca soca”, 01 Simulacro de arma de fogo, duas bananas de dinamite, Munições de diversos calibres, Balaclava, Luvas, Coletes a prova de bala, Roupas camufladas e outros materiais para explodir caixas eletrônicos.

Os acusados, juntamente com todo material apreendido foram encaminhados à delegacia da Polícia de Garanhuns (PE)

Deixe uma resposta