Dormentes realiza Projeto Trânsito Legal para conscientizar jovens e intensificar ações educativas para motoristas e pedestres

Paulo Valgueiro, servidor da Autarquia, destacou a importância das estratégias que devem ser consideradas para o cidadão ter um trânsito seguro/Foto:ASCOM

Paulo Valgueiro destacou a importância das estratégias que devem ser consideradas para o cidadão ter um trânsito seguro/Foto:ASCOM

A Autarquia Municipal de Mobilidade de Petrolina(AMMPLA), participou nesta quinta,do Projeto Trânsito Legal, realizado no município de Dormentes, na Escola Integral de Referência de Ensino Médio Senador Nilo Coelho.

O agente de trânsito Jilmar Barros, coordenador do setor de educação da AMMPLA, proferiu uma palestra para cerca de 500 jovens. Ele alertou que, para conscientizar condutores a uma postura mais educada no trânsito, alunos e colaboradores devem se tornar multiplicadores de ações que garantam um trânsito mais seguro.

Paulo Valgueiro, servidor da Autarquia, destacou na abertura do evento a importância das estratégias que devem ser consideradas para o cidadão ter um trânsito seguro. “Educação, engenharia e a fiscalização são as bases para garantir as melhorias de mobilidade dos motoristas, pedestres, motociclistas e ciclistas”.

A coordenadora pedagógica da Escola, Francineide de Assis, ressaltou que “o objetivo do projeto é conscientizar as pessoas de que é preciso ter mais calma e mais responsabilidade ao dirigir. A palestra demonstra que estamos no caminho certo para continuar ajudando a melhorar o trânsito em nossa cidade”.

De acordo com a assessoria da AMMPLA, os últimos levantamentos da ONU-Organização das Nações Unidas, mostram que os acidentes de trânsito representam a principal causa de morte entre jovens de 15 e 29 anos no mundo. Segundo os dados oficiais, mais de 1,7 milhão de pessoas perdem a vida em acidentes de trânsito todo o ano no mundo.

O Brasil está no 4º lugar do ranking de países com maior quantidade de mortes ocasionadas por acidentes de trânsito, segundo pesquisa do Instituto Avante Brasil.

Campanhas educativas são a maior aposta no combate à negligência no trânsito e as consequentes mortes. Os custos da violência no trânsito, segundo o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada(IPEA), ultrapassaram os 30 bilhões de reais entre os anos de 2011 e 2015.

Com informações da Assessoria

Deixe uma resposta