Durante cerimônia de posse, Gilmar Santos cumprimenta família Coelho e é ovacionado pela plateia

(Foto: Blog Waldiney Passos)

Durante a diplomação dos vereadores e do prefeito de Petrolina (PE), Gilmar Santos (PT) surpreendeu a todos ao negar cumprimentar o deputado Guilherme Coelho, o ministro Fernando Filho e o senador Fernando Bezerra Coelho.

Contudo, durante a posse, neste domingo (01), sua atitude foi diferente. Ovacionado pela plateia, o parlamentar cumprimentou toda a família Coelho que compunha a mesa e arrancou sorrisos do senador Fernando Coelho ao falar algo no seu ouvido.

Em conversa com a impressa, o professor reafirmou o motivo de sua atitude na diplomação e o que ele teria dito ao cumprimentar os políticos “Desejei boa sorte e reafirmei que o meu gesto foi político. O maior objetivo nosso é defender o interesse coletivo, o interesse da população”.

Ainda sobre a sua atitude, Gilmar afirmou que o protesto continua e que isso será refletido durante a sua gestão na Casa Plínio Amorim.

“As pessoas protestam um dia, elas não vivem protestando toda hora, portanto o nosso gesto foi simbólico o nosso protesto continua, na medida em que a gente for apresentar propostas para a cidade que em algum momento vai divergir, das que eles apresentam. A intenção vai ser sempre defender o que é melhor para a educação”.

Gilmar foi citado durante o discurso de posse de Miguel Coelho, quando o prefeito falou sobre educação. Ele acredita que a referência aconteceu tanto por sua formação profissional, quanto pelo o passado dos dois.

“A referência vem da minha formação, sou professor, sou profissional da educação. Creio que essa referência vem também da sala de aula, eu fui professor de Miguel e creio também que é uma provocação, para que a gente possa debater cada vez mais a vida dos educadores e a vida das crianças”, finalizou o vereador.

Deixe uma resposta