Durante Fórum, Salgueiro vai debater Selo Unicef

selo unicef

Acontece na próxima sexta (06) em Salgueiro, sertão central, o II Fórum Comunitário da Criança e do Adolescente / Selo UNICEF – edição 2013-2016. O evento – coordenado pelo Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente e a Comissão Municipal Pró-Selo – acontecerá na Sede do Proac, às 8h, e será aberto a todo o público. A organização espera a participação expressiva de gestores, técnicos, conselheiros, lideranças sociais, dentre outros segmentos.

O fórum tem como objetivo avaliar a caminhada do município rumo aos objetivos do Selo UNICEF; a concretização das ações estratégicas de políticas públicas, bem como prestar contas à comunidade do que foi executado a partir do Plano de Ação Municipal e das desigualdades identificadas nos grupos de trabalho, ambos elaborados no I Fórum.

De acordo com a articuladora municipal, Márcia Barros, o II Fórum Comunitário proporcionará um espaço de debate à comunidade para refletir acerca da situação no município no que diz respeito às políticas públicas para crianças e adolescentes, avaliando avanços, conquistas e desafios a partir dos atuais indicadores sociais e as metas construídas no plano de ação do I Fórum, realizado em 2014.

”É um momento que fortalece todo o município, pois mobiliza gestores públicos, técnicos, organizações da sociedade civil, empresários, famílias, lideranças comunitárias e religiosas, adolescentes, conselheiros tutelares e setoriais, os poderes Legislativo e Judiciário, enfim, toda a população que está em defesa dos direitos da criança e do adolescente”, explica Márcia.

Selo UNICEF – O Selo UNICEF é uma metodologia que tem como base a mobilização social, o desenvolvimento de capacidades e o monitoramento das políticas públicas implementadas. É um reconhecimento internacional ao esforço dos municípios no cumprimento das suas políticas públicas voltadas para a infância e adolescência. Com esse objetivo, os municípios organizam comissões inter setoriais dedicadas ao tema da infância e adolescência e promovem ações articuladas, como diagnósticos sobre a situação de suas crianças e seus adolescentes, mapeamento de programas e serviços de atendimento a esse público e Planos de Ação voltados para a garantia dos direitos dos meninos e meninas.

Com informações da Prefeitura

Deixe uma resposta