Economia: deputado Odacy defende queda em taxa de juros e o fim da especulação

Odacy-Amorim-foto-Alepe

Odacy criticou o aumento dos gastos públicos com pautas bombas que o governo interino aprovou. / Foto: arquivo

O deputado estadual Odacy Amorim (PT) esteve em Brasília essa semana em audiências com senadores e deputados federais para discutir maneiras em que o governo interino do vice-presidente Michel Temer (PMDB), barre a especulação do mercado para essa queda de juros acontecer,

“O cenário não é bom, as pessoas estão em busca de recursos até recorrendo a agiotas devido a esse momento especulativo. Somente a queda dos juros tiraria o povo do sufoco atual e um momento melhor possa ocorrer em nosso país”, assinalou Odacy.

Odacy também reclamou do aumento dos gastos públicos com pautas bombas que o governo interino aprovou essa semana. “Esses gastos para melhorar a popularidade dele e ai o pais ter que voltar ao Fundo Monetário Internacional. Estamos acompanhado um processo de impeachment com uma movimentação estranha. Então é preciso que a sociedade esteja atenta. Sou solidário aos que estão com dividas para pagar, que estão sem emprego, mas que essa conta não caia no colo da sociedade”, pontua o deputado.

Brasília – Odacy esteve com os senadores Armando Monteiro, PTB e Humberto Costa, do PT, além de outros deputados federais para que se trabalhe o incentivo ao empreendedorimso. “Apresentei um projeto nosso que estamos mostrando em nossa pré-campanha que a escola do empreendedor. Importante ter um emprego, mas pessoas possam aproveitar com sua capacidade e passar a ser um empreendedor. Grandes empresas hoje como a Friboi nasceram pequenas”, disse o deputado.
Durante visita que fez a edição desse ano na Feira Nacional da Agricultura Irrigada – Fenagri – Odacy conheceu algumas empresas exitosas no campo do empreendedorismo. “Temos vocação, experiência e capacidade em exportação, por isso tenho demonstrado a preocupação com o empreendedorismo e o poder publico pode ajudar muito nesta questão”, concluiu Odacy Amorim.

 

Deixe uma resposta