Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Educação ambiental: estudantes de Petrolina estão aprendendo sobre riscos dos agrotóxicos

Os primeiros resultados da pesquisa apontam que 85% das crianças já tiveram contato direto ou indireto com agrotóxicos. (Foto: Divulgação/AMMA)

Uma parceria entre a Agência Municipal do Meio Ambiente (AMMA) e o Instituto Federal do Sertão de Pernambuco está fazendo um alerta aos estudantes da rede municipal de Petrolina sobre os riscos do contato com agrotóxicos.

O alvo das atividades do projeto de pesquisa são as escolas localizadas nos projetos irrigados do município. Através da educação, os profissionais pretendem desenvolver uma consciência ambiental que começou pelos alunos da escola Manoel Alves Nogueira, no N-4.

A pesquisa consiste na aplicação de um questionário para o levantamento do número de crianças que têm contato com as substâncias ou que conhecem pessoas envolvidas no processo nas áreas irrigadas.  Durante as palestra, os estudantes tiram suas dúvidas e recebem orientações sobre os riscos que os agrotóxicos representam.

Um dos participantes convidados é o diretor de Projetos Ambientais da AMMA, Victor Flores. O convite surgiu a partir do trabalho desenvolvido pela prefeitura no campo da educação ambiental. Através de ações já promovidas no município, o representante da Agência tem a oportunidade de levar conhecimento para os estudantes da região.

“O objetivo é, através da educação, desenvolver nas crianças uma consciência ambiental, além de cuidar da saúde. Assim, evitamos que crianças se envolvam neste processo, além de no futuro serem adultos mais conscientes priorizando tanto no processo quanto no consumo o uso de alimentos orgânicos”, pontua Victor Flores.

Os primeiros resultados da pesquisa apontam que 85% das crianças já tiveram contato direto ou indireto com agrotóxicos no núcleo irrigado. O projeto coordenado pela doutora Jessica Lima irá se estender pelas escolas públicas da área irrigada.

Deixe uma resposta