Em assembleia, médicos de Petrolina definem paralisação de advertência na próxima quinta

(Foto: Ilustração)

(Foto: Ilustração)

Em assembleia realizada esta semana na sede do Instituto de Gestão Previdenciária do município (Igeprev), os médicos da rede municipal de Petrolina (PE) decidiram que vão realizar uma paralisação de advertência por 24 horas das atividades ambulatoriais e da Estratégia de Saúde da Família, na próxima quinta-feira (27).

Segundo o Sindicato dos Médicos do Estado (Simepe), paralisação é por causa dos atrasos no pagamento e pela demissão indevida de alguns médicos e também redução da carga horária. Ainda durante a reunião ficou definido também que um ofício será enviado ao prefeito Julio Lossio (PMDB), solicitando a recontratação das pessoas demitidas e a correção da carga horária.

Deixe uma resposta