Em assembléia servidores municipais de Petrolina decidem pelo aumento de 5% em seus salários

Walber Lins

Walber Lins / Presidente do Sindicato dos Servidores Municipais de Petrolina (Sindsemp)

Reunidos em assembléia durante a sessão da Câmara Municipal de Petrolina desta quinta-feira (31), os servidores municipais deliberaram pela proposta de manter os 5% de aumento imediato em seus salários com o retroativo a janeiro e os  5,67% restantes do total de 10,67% de reposição da inflação, reivindicados, seria pago de forma escalonada a partir de primeiro de julho.

De acordo com o presidente do Sindicato dos Servidores Municipais de Petrolina (Sindsemp), Walber Lins, o sindicado vai acompanhar de perto as finanças mediante o incremente do R$ 14 milhões. “Esse escalonamento vai ser dado proporcionalmente ou em um todo a depender da situação dos R$ 14 milhões de incremento da receita”, assegurou.

Em relação as categorias com leis específicas Walber Lins disse que o sindicato deve conduzir a situação da revisão anual.”Se a revisão anual não foi prevista, há uma perspectiva realmente da gente trazer uma condição indenizatória para todos os servidores da revisão anual geral não somente deste ano, mas dos últimos cinco anos, quem não recebeu a gente vai conduzir para isso”, afirmou.

“Além disso as próprias categorias específicas, salve engano, existem alguns projetos de categoria de leis específicas, a exemplo dos procuradores hoje, que poderia ser realmente construído com perspectiva dos procuradores e das demais categorias de lei específica”, acrescentou Walber Lins.

O projeto continua em discussão na Casa Plínio Amorim, prologando, inclusive, o horário de realização da sessão.

Deixe uma resposta