Em jogo marcado por racismo, Juazeirense perde fora de casa

(Foto: Marielly Dias)

A Desportiva Juazeirense perdeu a primeira no Campeonato Brasileiro da Série D. Na tarde de sábado (18) o Cancão de Fogo visitou o Aparecidense, em Goiás e perdeu de virada. Todos os gols saíram na etapa final. Toni Galego, aos 11 marcou para o Cancão de Fogo.

Aos 15 Rodriguinho empatou e aos 28 o meia virou para os anfitriões. Dentro de campo o clima estava quente, com vários cartões para os dois times até que aos 42 o goleiro reserva do Cancão, Deijair foi expulso. O jogador foi alvo de racismo por parte de torcedores do Aparecidense.

Inconformado com o grito de “macaco”, Deijair, segundo a súmula do árbitro Silvio de Lima, foi até a torcida e chutou o alambrado. A Juazeirense lamentou o fato e criticou a expulsão. “Já não bastasse sofrer com um dos piores sentimentos existentes no ser humano, o goleiro chegou a ser expulso do confronto”, escreveu nas redes sociais.

Com o resultado o Cancão ficou na segunda posição do Grupo A9, com 4 pontos enquanto a Aparecidense assumiu a liderança, com seis.

Um Comentário

Deixe uma resposta