- Blog do Waldiney Passos - https://www.waldineypassos.com.br -

Em nota, Miguel afirma que nunca faltou apoio político a Maria Elena

Um dia após a vereadora Maria Elena (PRTB) anunciar a desistência de ser pré-candidata pelo grupo da família Coelho, o prefeito de Petrolina afirmou surpresa com a decisão da edil. Através de uma nota, Miguel alegou estranhamento com as declarações de Elena durante sua fala na Tribuna Livre da Câmara de Vereadores na sessão da quinta-feira (24).

Em sua decisão, Maria Elena disse que a conjuntura não era favorável ao seu nome, já que o irmão de Miguel, Antônio Coelho é o principal nome do grupo político nas eleições para uma vaga na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), conforme disse a própria vereadora durante conversa com a imprensa.

LEIA TAMBÉM:

Maria Elena desiste de concorrer a uma vaga na Alepe

Apesar da possível rusga com a fala da vereadora e ex-secretária de Cultura, Turismo e Esportes durante o primeiro ano de sua gestão, Miguel Coelho afirmou que continuará contando com o apoio de Maria Elena dentro do grupo político na cidade.

Confira a íntegra da nota assinada pelo prefeito de Petrolina:

Foi com imensa surpresa que recebi a notícia da desistência da pré-candidatura da nossa vereadora Maria Elena de Alencar. Mulher aguerrida e com uma história de luta e trabalho por Petrolina, ela tinha todas credenciais para ser a representante feminina da nossa cidade na Assembleia Legislativa. Maria Elena contava com nosso apoio por toda essa história de trabalho, luta e relação com movimentos importantes.

Muito me estranha, contudo, que sejam feitas insinuações de eventual falta de apoio ou que houve detrimento do seu nome relacionado à postulação de qualquer outro, uma vez que os fatos falam por si só. Vejamos: a legisladora foi secretária municipal por 13 meses, recebeu o apoio público à sua pré-candidatura do prefeito, do deputado Fernando Filho e do senador Fernando Bezerra, além de ser apresentada aos nossos correligionários e lideranças locais. Além disso, após conversas com lideranças do PRTB e com a vereadora, contribuímos para a sua filiação a um partido que lhe dava uma margem segura de eleição, desde que tivesse os votos necessários. Assumimos, principalmente, o compromisso de fazer a campanha juntos em prol de uma Petrolina mais forte. Se mesmo diante de todos esses fatos, a vereadora ainda não teve a segurança da postulação, respeito a decisão, mas por falta de apoio não foi.

A política é feita de gestos e posições. De nossa parte para com a nobre e amiga Maria Elena nunca faltaram e nem faltarão gestos e posições para fortalecer sua caminhada.

Reitero que respeito a decisão pela continuidade da atuação da vereadora defendendo os interesses de Petrolina na casa Plínio Amorim. Sendo assim, espero contar com sua voz nos projetos de progresso e crescimento da nossa cidade.