Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Em nota, Prefeitura de Petrolina afirma que manifestantes começaram agressões contra secretário de segurança

(Foto: Internet)

A Prefeitura de Petrolina, por meio da sua Assessoria de Comunicação, enviou uma nota sobre a confusão que aconteceu na manhã dessa quinta-feira, durante o desfile cívico do 7 de setembro.

De acordo com a nota, manifestantes que participavam do “grito dos excluídos” deram início à confusão. Além disso, segundo a nota, “as fotos que circulam nas redes sociais mostram apenas momentos depois de uma série de ataques e agressões sofridos pelo secretário”.

Confira a íntegra da nota

Sobre o episódio ocorrido no fim da manhã desta quinta-feira (7), no desfile em comemoração ao 7 de setembro, a Prefeitura de Petrolina esclarece que o secretário executivo de Segurança Pública, José Silvestre, apenas se defendeu das agressões de um grupo de manifestantes que participavam do Grito dos Excluídos.

A prefeitura lamenta o fato de que muitas pessoas não compreendam o verdadeiro significado do movimento, transformando-o em um ato desordeiro, político e partidário, indo contra a luta de direitos e a própria democracia.

Não houve agressão antecipada ou desrespeito por parte do secretário ou de qualquer membro do governo municipal. O spray foi utilizado como defesa e para dispersar o início de tumulto. Ninguém se feriu. As fotos que circulam nas redes sociais mostram apenas momentos depois de uma série de ataques e agressões sofridos pelo secretário e sua equipe.

O incidente não retirou o brilho do desfile em homenagem ao 7 de Setembro, em que famílias inteiras puderam, de forma organizada e tranquila, prestigiar mais um grande momento da democracia e de amor ao nosso país.

Deixe uma resposta