Em novembro, multas de trânsito terão aumento de até 66%

policia-blitz-viaturaA partir de novembro, as multas de trânsito vão ter um aumento de até 66% nos seus valores. A infração leve passará de R$ 53, 20 para R$ 88,38; a média, de R$ 85,13 para 130,16; a grave sai de R$ 127,69 para R$ 195,23 e a gravíssima, de R$ 191,54 para R$ 293,47. Os valores passam a ser vinculados à taxa do Sistema Especial de Liquidação e de Custódia (Selic). Antes as multas eram estabelecidas com base na Unidade Fiscal de Referência (UFIR), extinta em 2001.

Caso o condutor não conteste a multa e opte pela notificação eletrônica, poderá ter um desconto de até 40% no valor. “O Denatran vai disponibilizar uma ferramenta para isso, ainda não sabemos qual. Mas no dia 2 os pernambucanos já poderão se cadastrar no site do Detran, fazendo essa opção. Nosso sistema se interligará ao do Denatran”, informa o diretor-presidente do órgão, Charles Ribeiro.

A presidente do Conselho Estadual de Trânsito (Cetran), Simíramis Queiroz, cita como mudança importante o entendimento de que, caso o motorista estiver simplesmente segurando o celular, estará cometendo infração gravíssima. “Esse é um dos fatores de maior desatenção no trânsito”, observa.

Além disso, Simíramis defende o aumento dos valores das multas para os infratores. “Mas não adianta se o órgão de trânsito não tiver capacidade de punir. E essa junção dos processos vai dar mais agilidade aos julgamentos”, salienta.

Deixe uma resposta