Em vídeo, Antonio Coelho questiona paradeiro de emendas parlamentares destinadas à APAMI

Em vídeo publicado nas redes sociais nesta terça-feira (12), o deputado estadual Antonio Coelho (DEM-PE) informou que nos últimos dias esteve reunido com a Diretoria da Associação Petrolinense de Amparo à Maternidade e à Infância (APAMI) e com uma comitiva de vereadores de Petrolina (PE) para debater sobre o que aconteceu com as emendas parlamentares do Senador Fernando Bezerra Coelho (DEM-PE) e do deputado federal Adalberto Cavalcanti (AVANTE) que até o momento não foram repassadas para a APAMI, responsável pelo Hospital Dom Tomás em Petrolina.

LEIA TAMBÉM:

Petrolina: manifestação para cobrar normalização dos serviços dos serviços ofertados pela APAMI acontece neste sábado

De acordo com o deputado Antonio Coelho, as emendas chegaram em 2016 ou em 2017 na conta da Secretaria Estadual de Saúde, juntas, elas somam um montante de mais de R$5 milhões, que até o momento não foi repassado para a APAMI.

“Parte desse dinheiro não foi gasto até hoje, o que por si só já é muito errado, já é um grande absurdo. Algo que ainda é mais preocupante é que cerca de R$3.5 milhões, a Secretaria Estadual de Saúde gastou com alguma coisa, a gente ainda não sabe o que é, agora, certamente, esse dinheiro não foi para os equipamentos tão prometidos para a APAMI. Onde está esse dinheiro?”, questiona o parlamentar.

Ao final do vídeo, Antonio Coelho afirma que, como resultado da reunião realizada em Petrolina, um ofício foi confeccionado e será direcionado ao Secretário Estadual de Saúde para que seja investigada a finalidade dessa verba tão importante para a manutenção dos serviços oferecidos gratuitamente aos pacientes com câncer, no Hospital Dom Tomás.

A produção do Blog Waldiney Passos entrou em contato com a Secretaria Estadual de Saúde (SES) para que a mesma esclareça o paradeiro das emendas parlamentares, bem como quando o repasse será feito para a APAMI. Até o momento a SES não se manifestou sobre os questionamentos feitos pelo deputado estadual Antonio Coelho.

Deixe uma resposta