Especialistas alertam para riscos da brincadeira da “rasteira”, que viralizou na internet recentemente

(Foto: Reprodução/G1)

Vídeos de adolescentes brincando de derrubar uns aos outros no chão dentro de escolas estão circulando novamente nas redes sociais, desde a última terça-feira (11). A brincadeira conhecida como “roleta humana” ou “rasteirinha”, tem preocupado pais e mãe neste início de ano letivo.

Em um desses registros, duas adolescentes aparecem dando uma rasteira em uma terceira. Em outros vídeos, a brincadeira envolve três pessoas – uma delas é girada para trás pelos outros colegas. Em novembro do ano passado, uma adolescente de 16 anos morreu em Mossoró, Oeste potiguar, depois de bater a cabeça enquanto participava da brincadeira.

Especialistas ouvidos pelo Portal de Notícias G1 disseram que essas brincadeiras podem causar acidentes e levar à morte. De acordo com o neurocirurgião Márcio Ramalho uma pancada mais forte na cabeça pode resultar em traumatismo craniano, com hematomas cerebrais. Além disso, uma queda nessas circunstâncias pode ocasionar lesões na coluna cervical.

“Deixando, inclusive, a pessoa que se acidentou tetraplégica. É importante lembrar também que os dois tipos de dano podem também levar à morte. Não são boas práticas brincadeiras desse tipo”, alertou.

Deixe uma resposta