Estado oferece 10 mil para quem tiver informações do Caso Beatriz em Petrolina

Beatriz 3. 10mil

A Polícia Civil de Pernambuco ainda tenta desvendar o enigmático crime da garota Beatriz Mota, acontecido em 10 de dezembro de 2015, nas dependências do colégio Maria Auxiliadora, no Centro de Petrolina (PE), e para chegar no paradeiro dos assassinos dobrou o valor pago por informações verídicas de quem verdadeiramente matou a menina.

Segundo o Coordenador do Disque-Denúncia no interior, Alexandre César, a central de atendimento do serviço funciona como ponte de informação entre a sociedade e a polícia. “Precisamos despertar na população a atenção para este caso. Assim como outros ao longo dos mais de 15 anos do Disque-Denúncia em Pernambuco, informações anônimas podem ser a chave para solucionar o crime e encontrar os culpados”, destacou.

Os contatos com o Disque-Denúncia podem ser feitos nos telefones: (81) 3719-4545, no Interior do Estado, ou na Região Metropolitana do Recife e Zona da Mata Norte pelo telefone (81) 3421-9595. As informações também podem ser repassadas pelo site www.disquedenunciape.com.br ou pelo WhatsApp (81) 991193015.  A polícia garante que é garantido o anonimato do denunciante.

Deixe uma resposta