Estudantes de Medicina Veterinária da Univasf recebem prêmio no XXI Encontro de Genética do Nordeste

A matrícula será realizada nos dias 1 a 3 de novembro / Foto: Univasf

Estudantes do curso de Medicina Veterinária da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf) foram premiados no XXI Encontro de Genética do Nordeste (Engene), ocorrido entre os dias 29 de novembro e 2 de dezembro, na Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), no Recife (PE). O estudante Joel Fonseca Nogueira ficou no 1º Lugar Geral do Prêmio Jovem Geneticista na categoria Graduação e as alunas Flávia Caroline Moreira Bezerra e Yasmin da Silva Gonçalves foram premiadas com Menção Honrosa.

Joel Fonseca Nogueira foi premiado com o trabalho “Análise da Variabilidade Genética em Curiós (Sporophila angolensis) Criados no Vale do São Francisco”. A pesquisa teve orientação do professor João José de Simoni Gouveia e contou com a colaboração da professora Eulália Alves Barros, ambos do Colegiado de Zootecnia.

Flávia Caroline Moreira Bezerra recebeu Menção Honrosa da Área de Genética, Evolução e Melhoramento Animal com o trabalho “Análise Preliminar das Mutações Causais para a Síndrome do Cordeiro Aranha e Lisencefalia e Hipoplasia Cerebelar em Ovinos da Raça White Dorper”. Orientado pelo professor João José Gouveia, o trabalho também teve a participação dos discentes Pâmela Raiele Pinheiro Moreira, Rafael Batatinha Rocha e Samla Marques Freire Cunha.

Yasmin da Silva Gonçalves recebeu Menção Honrosa da Área de Genética de Microorganismos, com o trabalho “Caracterização dos genes sodA, sodC e da atividade da superóxido dismutase em isolados de Corynebacterium pseudotuberculosis obtidos de caprinos e ovinos no semiárido de Pernambuco”. Este trabalho foi orientado pelo professor Mateus Matiuzzi da Costa e teve a participação dos professores Gisele Veneroni Gouveia e Wagner Pereira Felix, do Colegiado de Zootecnia, além dos discentes Adijailson de Oliveira Neri, Evandro Santos Amanso e Matheus Lima Meira e da técnica Deize Raquel Reis Cruz.

Para o professor João José, essas premiações são importantes para fortalecer o investimento da Univasf em pesquisa. “Demonstra que temos conseguido propor e realizar trabalhos na nossa área com relevância científica e relevância para a comunidade em geral”, observa.

Joel Fonseca diz que a sua premiação é importante não só para ele, mas para a região. “Fiquei muito feliz por receber esse prêmio. É bom perceber que o trabalho dá um retorno. Tem uma grande importância para a minha formação acadêmica realizar um trabalho relevante”. O estudante recebeu como premiação um certificado e um tablete.

O Encontro de Genética do Nordeste (Engene) é um evento apoiado pela Sociedade Brasileira de Genética (SBG), que reúne a cada dois anos pesquisadores, professores e alunos envolvidos com pesquisas na área de genética e suas interfaces no âmbito das Ciências Biológicas, da Saúde e da Agropecuária.

Com informações de Ascom

Um Comentário

  • Antonio Carlos Moura

    12 de dezembro de 2016 at 21:19

    Esses estudantes são guerreiros.
    A UNIVASF não oferece nenhum apoio.
    Prédios e mais construções na Universidade de Veterinária que não servem para nada. O HOSPITAL VETERINÁRIO tá abandonado.
    Professores não se interessam e só pensam nos seus próprios salários. Retrato do nosso serviço público falido e precisando urgente de mudanças.

    Responder

Deixe uma resposta