Facape abraça campanha do Outubro Rosa

(Foto: Internet)

O diagnóstico precoce é a principal arma contra a doença. (Foto: Internet)

A Faculdade de Ciências Aplicadas e Sociais de Petrolina (Facape) entrou no clima do combate ao Câncer de Mama, que ganha força no mês de outubro, com a caracterização da instituição com os símbolos da campanha. A instituição busca incentivar o movimento do outubro rosa para alertar as mulheres e a sociedade sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama.

O câncer de mama é um dos tipos mais comum no Brasil e no mundo e se detectado precocemente, as chances de cura são superiores a 90%. O diagnóstico precoce é a principal arma contra a doença. E para isso o Ministério da Saúde indica que o exame da mamografia seja realizado regularmente entre as mulheres a partir de 40 anos.

De acordo com o Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva (Inca) estima-se que cerca de 57 mil novos casos de câncer de mama surgem por ano. Entre as vítimas, a maioria são mulheres.

Outubro Rosa

Os Estados Unidos foi o pioneiro na campanha do Outubro Rosa, durante a década de 1990, quando vários estados do país realizaram ações referentes ao câncer de mama e a mamografia no mês de outubro. Posteriormente, com a aprovação do Congresso Americano, o mês de Outubro se tornou o mês nacional de prevenção à doença.

No Brasil, a primeira manifestação do Outubro Rosa foi a iluminação com a cor da campanha no monumento Mausoléu do Soldado Constitucionalista, em São Paulo, no ano de 2002. Gradativamente, a iluminação em rosa assumiu importante papel nessa luta, pois se tornou uma leitura visual, compreendida em qualquer lugar no mundo.

Com informações da ASCOM

Deixe uma resposta