Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

“Falsa acusação”: Compesa contesta multa da AMMA

Depois de ser multada pela Agência Municipal de Meio Ambiente (AMMA) a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) afirmou em nota que a decisão do órgão municipal é uma falsa acusação. Na sexta-feira (7) a AMMA identificou um crime ambiental no Rio São Francisco e aplicou multa no valor de R$ 400 mil à Compesa.

LEIA TAMBÉM:

Compesa recebe multa de R$ 400 mil, após prefeitura flagrar despejo de esgoto no Rio São Francisco

Segundo a companhia, o rompimento na rede coleta ocorreu “devido à sobrecarga da água das chuvas” e que isso é resultado da não construção de galerias pluviais, competência da Prefeitura de Petrolina. Na nota a Compesa disse que tomará as providências processuais contra “a falsa acusação”.

O vazamento foi identificado por equipes da AMMA no bairro Alto do Cheiroso, na Orla I, onde esgoto sem tratamento está sendo depositado diretamente no rio. Leia a seguir a nota da Compesa:

A Compesa esclarece que o rompimento da rede coletora de esgoto ocorreu devido à sobrecarga da água das chuvas, uma vez que o município não possui galeria de água pluvial. Essa deficiência provocou o incidente e a Compesa já está consertando a tubulação.

Como o problema foi provocado pela própria Prefeitura que não construiu galeria de águas pluviais, a Compesa irá recorrer da multa, além de tomar as providências processuais cabíveis sobre a falsa acusação. A Compesa contesta veementemente a acusação da Agência Municipal de Meio Ambiente de falta de manutenção da rede, pois trata-se de uma rede nova que passa por frequentes manutenções.

Deixe uma resposta