Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Família reconhece corpo de menina sequestrada pelo padastro em Cabo do Santo Agostinho

(Foto: Reprodução/TV Jornal)

A família de Maria Irlaine Dantas da Silva de apenas 10 anos reconheceu o corpo encontrado pela Polícia Civil em Ribeirão (PE) no sábado (15) como sendo da menina. Ela foi sequestrada pelo padastro em Cabo do Santo Agostinho (PE).

Maria estava desaparecida desde segunda-feira (10) e foi levada pelo padastro que não aceitava o fim do relacionamento com a mãe da garota. Ele se enforcou em uma ponte na BR-101, também em Ribeirão.

A delegacia de Ribeirão pediu exame sexológico, para determinar se ela sofreu violência sexual e de DNA, para confirmar sua identidade. O corpo não pode ser liberado rapidamente porque, para fazer o teste de DNA, a mãe de Irlaine será trazida de Barra de Guabiraba, onde está no momento, até o Laboratório de Genética Forense, em Jaboatão dos Guararapes.

Abalado, o pai da criança, o pedreiro João Pereira, reconheceu o corpo. “Minha filha sofreu muito. Deve ter sido torturada tentando se livrar das garras dele. Ele deve ter esganado ela, porque ela estava com a língua para fora. E arrastada pelo canavial, porque estava muito arranhada na lateral do corpo. Um monstro desses nem o diabo quer”, desabafou.

Com informações da Folha de Pernambuco

Deixe uma resposta