Fantasma do bate chapa volta a assombrar o PSB de Petrolina

Lucas e Gonzaga

A disposição da dupla Gonzaga Patriota e Lucas Ramos, deputados federal e estadual respectivamente, em confrontar com o grupo liderado por Fernando Bezerra Coelho é bem maior do se imagina. Os dois não aceitam em hipótese alguma votar em candidato indicado pelo senador, muito menos em um dos filhos (Fernando Filho e Miguel Coelho) e pretendem mesmo disputar o pleito para prefeito de Petrolina pelo PSB.

A estratégia dos dois políticos é apoiar um ao outro, ou seja, quem estiver em melhor condição recebe o apoio do aliado. Fora isso, o caminho certo mesmo é o bate chapa como ocorreu em 2008 quando Gonzaga e o então prefeito Odacy Amorim disputaram a condição de candidato do partido, Gonzaga ganhou no voto, mas perdeu a eleição por não ter obtido o apoio na prática de Fernando Bezerra, Odacy e cia.

O fantasma do bate chapa, portanto, pode ser a alternativa para se definir o nome do candidato do PSB a disputar a prefeitura de Petrolina mais uma vez. Os reflexos desta possível disputa é que serão, neste cenário, devastadores, pois quem vencer no voto não vai contar com o apoio do vencido, pelo menos, esse é o pensamento de Gonzaga e Lucas, se não avançarem no bate chapa os dois vão declarar apoio a um outro candidato e aí pode ser Adalberto, Odacy ou mesmo um nome indicado por Júlio Lossio. É chumbo grosso, é racha na certa se FBC não recuar, desistir do sonho e apoiar um outro candidato que não seja um dos seus filhos.

Deixe uma resposta