Feiras livres e mercados centrais de Juazeiro voltam a funcionar na próxima sexta-feira (03)

Mercado Joca de Souza Oliveira. (Foto: Arquivo)

Depois de muita reclamação por parte dos feirantes, o prefeito Paulo Bomfim (PT), depois de algumas reuniões com representantes dos comerciantes e do Comitê Municipal de Prevenção e Enfrentamento ao Novo Coronavírus (COVID-19) e ao H1N1, resolveu atender a reivindicação dos permissionários.

No final da tarde desta terça-feira (31) foi publicado no Diário Oficial do Município, um novo decreto da Prefeitura de Juazeiro acrescentando às medidas restritivas de combate à pandemia do novo coronavírus, a autorização para funcionamento das feiras livres e mercados centrais da cidade, estabelecendo critérios de segurança para preservar a saúde dos vendedores e clientes.

“Todas as nossas ações têm como foco preservar a saúde da população. Temos adotado as medidas necessárias, alinhadas com especialistas da área, para combatermos a propagação do contágio da Covid-19 em Juazeiro. Ao tempo em que também precisamos manter o município com a sua rede de abastecimento alimentar funcionando com tranquilidade. Por isso entendemos como importante a reabertura das feiras e mercados com os devidos critérios de segurança”, explicou o prefeito Paulo Bomfim.

A medida entraria em vigor a partir desta quarta-feira, 1º de Abril, porém, uma portaria da Autarquia Municipal de Abastecimento (AMA), que determina o remanejamento dos feirantes que comercializam verduras, frutas, peixe, carne, tempero seco, além de qualquer produto de origem vegetal e animal, inclusive seus derivados, no mercado Joca de Souza Oliveira, para a área localizada à frente do Estádio Adauto Moraes, também estabelece que a abertura ao público será somente a partir da próxima sexta-feira, dia 03 de Abril.

Os mercados Joca de Souza Oliveira, Arnaldo Vieira, Mercado Popular, bem como as feiras dos bairros João Paulo II, Castelo Branco, Piranga I e a feira de orgânicos realizada ao lado da Casa do Artesão, no Centro, poderão funcionar de maneira disciplinada com restrições como posicionamento das bancas e similares obedecendo a uma distância mínima de 1 metro, exigência de utilização de máscaras e álcool em gel e limitação de público circulante por vez.

Ao decreto municipal foi acrescentado ainda que as feiras dos bairros João Paulo II, Castelo Branco, Piranga I e a Feira de Orgânicos funcionarão aos domingos, podendo a Autarquia Municipal de Abastecimento modificar o dia e frequência de funcionamento por portaria.

Deixe uma resposta