Univasf assina adesão à Agenda Ambiental na Administração Pública

O reitor da Univasf, Julianeli Tolentino de Lima, assinou o Termo de Adesão com o secretário de Articulação Institucional e Cidadania Ambiental do MMA, Edson Duarte./ Foto: Assessoria Meio Ambiente

O reitor da Univasf, Julianeli Tolentino de Lima, assinou o Termo de Adesão com o secretário de Articulação Institucional e Cidadania Ambiental do MMA, Edson Duarte./ Foto: Assessoria Meio Ambiente

A Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf) assinou termo de adesão à Agenda Ambiental na Administração Pública (A3P) no Ministério do Meio Ambiente (MMA). A A3P é uma ação voluntária que busca a adoção de padrões sustentáveis de produção e consumo dentro do governo. Atualmente, já são 304 instituições na rede A3P.

A agenda possui cinco eixos temáticos: o uso racional dos recursos naturais e bens públicos; a gestão adequada dos resíduos gerados; a qualidade de vida no ambiente de trabalho; a sensibilização e capacitação dos servidores; e licitações sustentáveis.

O reitor da Univasf, Julianeli Tolentino de Lima, assinou o Termo de Adesão com o secretário de Articulação Institucional e Cidadania Ambiental do MMA, Edson Duarte. “É um momento simbólico e muito importante. A Univasf tem uma peculiaridade especial: está em três estados, Bahia, Pernambuco e Piauí, tem seis campi, alcança uma área de 500 quilômetros de raio, 75 municípios e 2 milhões de pessoas. A agenda A3P faz parte da nossa gestão”, destaca o reitor.

Caatinga

Para o secretário Edson Duarte, a adesão da Univasf é de extrema relevância, pois a universidade se encontra no coração do semiárido brasileiro, “a região mais sensível e vulnerável à mudança do clima”, no momento em que o Rio São Francisco passa pela sua pior crise. “O MMA tem uma agenda transversal que depende de parcerias e acordos de cooperação técnica para implementar todas as ações propostas, portanto, a adesão da Univasf é fundamental”, explica Edson.

Durante a assinatura do Termo de Adesão, a diretora do Departamento de Educação Ambiental do MMA, Renata Maranhão, sugeriu a adoção do Circuito Tela Verde pela universidade para estimular os alunos a produzir vídeos sobre meio ambiente e debater o tema. Os cursos disponíveis no Ambiente Virtual de Aprendizagem, da plataforma de ensino a distância do DEA/MMA, também foram disponibilizados.

Objetivos

Ao aderir à A3P, a Univasf assume os seguintes objetivos:

– Promover a reflexão sobre os problemas socioambientais no âmbito da instituição;

– Estimular a adoção de atitudes e procedimentos que levem ao uso racional dos recursos naturais e dos bens públicos, a fim de maximizar a eficiência dos serviços prestados;

– Garantir a gestão integrada de resíduos pós-consumo, inclusive a destinação ambientalmente correta; e

– Melhorar a qualidade do ambiente do trabalho.

Prêmio

Em breve, as melhores práticas em sustentabilidade na administração pública serão premiadas na 6ª edição do Prêmio A3P, no dia 26 de outubro, em Brasília. São 12 finalistas, entres eles o Corpo de Bombeiros do Distrito Federal.

Estavam presentes na Assinatura do Termo de Adesão, o gerente da A3P, Dioclécio Ferreira da Luz; o assessor técnico da A3P, Elias Nunes; o chefe de gabinete da Secretaria de Articulação Institucional e Cidadania Ambiental, Álvaro Tavares; a gerente de projetos do DEA, Thaty Anny Barreto Tavares; e o diretor de Desenvolvimento de Desenvolvimento Rural Sustentável, Waldemar Rodrigues.

Saiba mais sobre A3P

Com informações de Ministério do meio Ambiente

Um Comentário

  • Cleber

    1 de outubro de 2016 at 03:53

    Esse aí tá queimado. Oportunista golpista. Vai cair. Nem o blog geraldo jose dos duartes não publicam mais seus posts. Renata Rozendo Maranhao da ANA, lembra o parlamentar da
    familia Maranhao e aliado de cunha. Nao se candidata a nenhum pleito. Brasilia tá podre. E os podres se oportunizam (Partidos). Exceto a REDE. Cara de pau de ainda vir aqui. Esse reitor ralou muito por via nao politica pra chegar na univasf, Mas parece que esqueceu a academia, qdo se deixa oportunizar por esse merda.

    Responder

Deixe uma resposta