Fernando Bezerra Coelho não acredita em imposto como CPMF, mas não descarta volta

(Foto: ASCOM)

O líder do governo no Senado, Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE), falou, nessa quarta-feira (18), sobre a possibilidade da criação de um imposto sobre transações financeiras, nos moldes da antiga CPMF.

De acordo com Fernando, o imposto não deve entrar na reforma tributária em 2020, mas ideia não está descartada. “Não se descarta nenhuma alternativa que possa ser trazida à mesa, mas todo mundo está desafiado a encontrar uma solução sem imposto de transação [financeira]”, disse.

Até o início de fevereiro, deve ser apresentada na comissão mista especial, que vai tratar do assunto, a primeira versão do texto com propostas que tramitam na Câmara e no Senado. Em março, será apresentado o texto a ser discutido por deputados e senadores.

Sobre a atuação do Congresso em 2019, o senador destacou a aprovação das reformas e o crescimento da economia do país. “Aprovamos as principais reformas que o governo enviou ao Congresso Nacional. (…) O Brasil se reencontra com sua trajetória de crescimento de geração de emprego”, disse.

Deixe uma resposta