Festejos juninos e dia dos namorados aquecem as vendas no comércio de Petrolina

(Foto: Ilustrativa)

Ao lado do Natal e do Dia das Mães, o Dia dos Namorados é uma das datas mais aguardadas do ano pelos varejistas. Segundo pesquisa divulgada pela Câmara de Dirigentes Lojistas de Petrolina (CDL) a expectativa é que a data movimente 11,5 bilhões no Brasil.

Segundo o Presidente da CDL Petrolina, Manoel Vilmar, os festejos juninos, dia dos namorados e festa de São João, são aguardados pelos lojistas e aquece o comércio de diversos segmentos.

“Muitos consumidores ainda não realizaram as compras e é justamente nessas últimas horas que os lojistas devem acelerar suas ações para não perder as vendas. Acreditamos que os festejos juninos aqueçam diversos segmentos, como lojas de vestuários e calçados, cosméticos, empresas que preparam kits com perfumes e maquiagens, bolsas. Os restaurantes e bares também se preparam para os casais que pretendem comemorar fora de casa com jantares especiais. É uma grande oportunidade para o comércio”, comemora.A pesquisa do SPC Brasil informa que os presentes mais procurados por quem vai presentear serão: roupas (30%), perfumes, cosméticos e maquiagem (18%), calçados (11%), acessórios como cinto, óculos e bolsas (9%), flores (7%), bombons e chocolates (5%), jantares (4%), celulares e smartphones (3%). Para escolher o local, os fatores mais decisivos são o preço (56%), a qualidade dos produtos ofertados (37%) e as promoções e descontos (32%). Cerca de 36% pretendem fazer as compras de última hora, apenas nas vésperas do Dia dos Namorados.

Para o diretor executivo da CDL Petrolina, Valdivo Carvalho, a expectativa de gasto médio entre as datas comemorativas ao longo de 2017 está crescendo, de olho na perspectiva futura de melhora na economia.

“É um momento romântico, e as lojas podem inovar, criar e atrair o consumidor. No Dia dos Namorados sempre há consumidores dispostos a gastar nessa data, por isso, os empreendedores devem estar mais atentos e preparados do que nunca. O otimismo segue também o resultado das vendas do Dia das Mães, no mês anterior. O comércio voltou a registrar aumento nos resultados”, informa.

Estima-se que aproximadamente 92 milhões de brasileiros devem presentar alguém nesta data, de acordo com uma pesquisa realizada pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) em todas as capitais. O gasto médio deve girar em torno de R$ 124, o que deve injetar cerca de 11,5 bilhões de reais na economia.

Deixe uma resposta