Festival Aldeia do Velho Chico acontecerá em nova data e novo formato

(Foto: Sesc)

Tradicionalmente realizada no mês de agosto, este ano a Aldeia do Velho Chico – Festival de Artes do Vale do São Francisco, ganhará nova data e formato. O evento, realizado pelo Sesc Petrolina, acontecerá de 16 a 22 de novembro de forma online, por meio de plataformas virtuais, e presencial, com espetáculos no Teatro Dona Amélia e na Ilha do Massangano.

Com o tema “Territórios imaginados, mundos possíveis”, a 16ª edição da Aldeia propõe pensarmos que a arte e a cultura são territórios privilegiados para repensar o mundo, que através do diálogo de saberes, do intercâmbio entre pessoas e da reflexão sobre temas urgentes de nossa sociedade, a arte e a cultura apontam para a construção de outras maneiras de ver/perceber o mundo sendo, assim, possível transformar através do exercício da imaginação e da poesia pensamentos e lugares.

“Tivemos que reinventar as ações do projeto para conseguirmos manter sua identidade, como também, para seguir os protocolos de segurança preservando a saúde dos artistas e dos públicos”, explica o supervisor de Cultura do Sesc Petrolina, André Vitor Brandão.

Durante a Aldeia, serão realizadas mais de  40 atividades culturais. Na programação, estão a realização de oficinas, apresentações musicais, performances, painéis de conversas, apresentação de podcasts, videoconferências, entre outras atividades. A abertura será no dia 16/11 com o tradicional cortejo abre-alas, que, diante da pandemia, não acontecerá nas ruas centrais da cidade. Nesta edição, ele ocupará as margens e águas do Rio São Francisco. A partir das 16h, no Ponto das Barquinhas, com a Travessia Poética, haverá “Saudação ao rio”, com Reisado da Mata de São José (Orocó – PE), e a performance “Baronesa”, com Laís Bione (Petrolina/PE). Em seguida, às 16h30, um cortejo de barcos leva a programação às águas do São Francisco. Clique aqui para ver a programação completa.

Deixe uma resposta