Funcionários da Compesa ajudarão no combate ao mosquito da Dengue

mosquito-da-dengue

 

450 leituristas da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) começam a ser capacitados para atuar como agentes identificadores de focos do mosquito nas residências do Estado nesta quarta-feira (16).

Segundo a companhia com a ação todas as caixas d’água que são abastecidas pela Compesa, principalmente no interior, serão inspecionadas para prevenir e eliminar focos.

As ações foram estabelecidas pelo comitê interno da Compesa criado para determinar e coordenar medidas de combate ao Aedes nas áreas de atuação da companhia.

Presidida pelo diretor de Articulação e Meio Ambiente (DAM), Aldo dos Santos, a comissão, atua em conformidade com o comitê estadual para o monitoramento emergencial do enfrentamento das doenças transmitidas pelo mosquito.

Na reunião do comitê interno, foi estabelecido que os funcionários da Compesa que têm contato direto com o público atuariam como agentes multiplicadores na luta contra a proliferação do mosquito. “Temos um pessoal que já circula nos bairros e tem acesso às residências e às lideranças comunitárias. Então, ao capacitarmos esses colaboradores, estamos colocando na rua um exército no combate ao Aedes”, avaliou o diretor Aldo dos Santos.

Ainda de acordo com a Compesa até o final de dezembro, haverá capacitações em Petrolina, Garanhuns e Caruaru, onde há um grande número de ocorrências de Dengue, Zika e Chikungunya.

Deixe uma resposta