Garanhuns está entre as cidades brasileiras que se assemelham a Europa

garanhuns

O buscador de passagens aéreas, hospedagem e aluguel de carros, Discover Skyscanner, avaliou e divulgou o município de Garanhuns, Agreste pernambucano, como uma das cidades brasileiras que faz com que  as pessoas se sintam na Europa. A publicação foi disponibilizada esta semana no portal da agência especializada em guias de viagem, recomendada internacionalmente.

Na publicação,  o leitor também confere um resumo sobre as cidades de Gramado (RS), Blumenau (SC), Pomerode (SC), Morretes (PR), Campos do Jordão (SP), Holambra (SP), Petrópolis (RJ), Penedo (RJ) e Monte Verde (MG).

Garanhuns, em Pernambuco, é a única cidade do Nordeste a aparecer listada. Parte da publicação evidencia pontos da cidade e sugere passagem. “São paradas imperdíveis o Parque Ruber van der Linden, o Parque Euclides Dourado, a Fonte Luminosa da Praça Souto Filho, o Cristo do Magano (ponto mais alto da cidade, a 1.030 m de altura) e o Relógio das Flores. E há ainda o Festival de Inverno de Garanhuns”, diz o resumo.

2 Comentários

  • ana maria

    10 de abril de 2016 at 09:33

    Isso é piada né? Só pode ser. Dizer que Garanhuns se assemelha a cidades da Europa é uma piada e de muito mal gosto. Tenho mesmo é que dar boas gargalhadas. Kkkkkkkkkkkk

    Responder
  • Jodeval Duarte

    11 de julho de 2019 at 09:23

    Somente agora, em 2019, vi a gargalhada da senhora Ana. De fato, se ela só conhece Paris, Roma, Londres, Madrid, Lisboa, de fato não tem como comparar. Mas se ela viajou pelo interior da França, Inglaterra, Itália, Holanda, vai ver que, sim, Garanhuns no inverno tem muito das cidadezinhas europeias. Não sei se ela viu, mas em Amsterdã tem loja no centro da cidade que vende artesanatos, onde o freguês pode tropeçar em galinhas soltas e sem estranhar porque o perfil das pessoas é simples, quase rural. São pessoas felizes que não devem sentir falta das grandezas. Não sei se ela viu, mas Genebra, Suiça – de onde Garanhuns se inspirou no relógio de flores – no mês de dezembro tem desfile reproduzindo cenas medievais, onde se dá copos de sopa no meio das ruas, que não são nem parecidas com as avenidas de Nova Iorque (que deve ser o símbolo de grandeza para essa senhora, claro, sem nada parecido com Garanhuns). No Interior da Holanda, podemos dar de cara com cidades como Leiden, que se diferencia de Garanhuns apenas no fato de que lá existe universidade para onde vão cérebros privilegiados de todo mundo. Nos interiores da Itália, França e Espanha, temos, sim, cidades com as quais Garanhuns se parece. Se a moça passar por Port Bou, por exemplo, vai ver uma cidade diferenciada porque fica entre França e Espanha, à margem do Mediterrâneo e espalhada em em trecho dos Pirineus onde está o cemitério que é visitado por gente de todo mundo para ver o túmulo de Walter Benjamin. Mas a cidade, com suas ladeiras e ruas simples, não é mais bonita nem se dá mais importância que a nossa Garanhuns com seus jardins, suas colinas, seu nevoeiro e seu clima frio.

    Responder

Deixe uma resposta