Governo anuncia desbloqueio de R$ 7,5 bilhões do Orçamento; veja como fica a distribuição

A perspectiva para o salário mínimo ficou mantida, em R$ 937.(Foto: Ilustração)

O ministro do Planejamento, Dyogo Oliveira, anunciou, na tarde desta sexta (17) o descontingenciamento de R$ 7,51 bilhões no orçamento federal. A folga foi percebida pela equipe econômica depois da avaliação do quinto bimestre das contas, que percebeu que o déficit fiscal para o ano ficaria em R$ 151,4 bilhões. A meta para o ano é de R$ 159 bilhões.

O Executivo tinha até a próxima quarta para tomar a decisão. Segundo projeções da equipe a inflação de 2017 deve ficar em 3,2%, 0,3 ponto percentual acima da última estimativa do governo. Além disso, a perspectiva para o salário mínimo ficou mantida, em R$ 937.

O Produto Interno Bruto (PIB) continuou sem variação. O governo ainda prevê que atividade econômica ficará em 0,5%.  Apesar disso, a expectativa para a massa salarial nominal subiu de 4,7% para 5,1%.

Com o anúncio, o governo dará R$ 593 milhões para as emendas individuais e de bancada para o Congresso Nacional. Além disso, R$ 6,82 bilhões serão para despesas do Executivo.

Confira a distribuição nos outros poderes:

  • Câmara dos Deputados: R$ 3,17 milhões
  • Senado Federal: R$ 136 mil
  • TCU: R$ 752 mil
  • STF: R$ 316 mil
  • STJ: R$ 2,26 milhões
  • Justiça Federal: R$ 15,2 milhões
  • Justiça Militar da União: R$ 465 mil
  • Justiça Eleitoral: R$ 41,4 milhões
  • Justiça do Trabalho: R$ 14,0 milhões
  • Justiça do DF e Territórios: R$ 1,19 milhões
  • Conselho Nacional de Justiça: R$ 2,80 milhões
  • Defensoria Pública da União: R$ 1,23 milhões
  • Ministério Público da União: R$ 11,1 milhões
  • CNMP: R$ 50 mil
  • Despesas do Executivo: R$ 6,827 bilhões

Com informações do Diário de Pernambuco

Deixe uma resposta