Governo quer ‘puxar’ conteúdo do ensino médio para o fundamental

(Foto: Internet)

Maria Helena diz que todo o processo de flexibilização deve demorar ao menos cinco anos. (Foto: Internet)

Parte do conteúdo previsto para o ensino médio nas discussões sobre a nova Base Nacional Comum Curricular será “adiantado” para os anos finais do ensino fundamental. A iniciativa, diz a secretária-executiva do Ministério da Educação, Maria Helena Guimarães de Castro, 69, facilitará a reformulação do ensino médio.

A ideia central é fazer com que metade das aulas sejam iguais para todos os estudantes, a partir dos conteúdos descritos pela base curricular, que vai definir o que os alunos devem aprender em toda educação básica.

O restante poderá ser escolhido pelos estudantes entre as áreas de linguagens, matemática, ciências humanas, ciências da natureza e ensino profissional. Também como aposta para melhorar indicadores como evasão e aprendizado na etapa, o governo quer colocar 500 mil alunos em escolas de tempo integral.

Maria Helena diz que todo o processo de flexibilização deve demorar ao menos cinco anos para ser consolidado nas redes pública e privada do país.

Fonte Folha de São Paulo

Deixe uma resposta