Gustavo Canuto deixa Ministério do Desenvolvimento Regional e assume Dataprev

Críticas nos bastidores motivaram mudança (Foto: Wanderley Alves/Petrolina em Destaque)

Gustavo Canuto não é mais o ministro do Desenvolvimento Regional. Na quinta-feira (6) o presidente da República Jair Bolsonaro (PSL) exonerou Canuto, que será substituído por Rogério Marinho. Canuto havia pedido para deixar a pasta, mas as críticas recebidas nos bastidores nos últimos dias também pesaram para sua partida.

Marinho atuava como secretário especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia. Agora Canuto – que já visitou Petrolina em várias ocasiões – passa a presidir a Dataprev, estatal responsável pelo processamento de dados das aposentadorias, com a missão de reduzir as filas do INSS.

O Ministério do Desenvolvimento Regional foi criado pelo governo Bolsonaro (iniciado em 2019) a partir da junção de duas pastas: os antigos ministérios das Cidades e da Integração Regional.

Deixe uma resposta