Homem suspeito de envolvimento no desaparecimento de Maria do Carmo é preso em Petrolina

Antonio Salu é acusado de envolvimento no desaparecimento de Maria do Carmo. (Foto: Divulgação/Polícia Civil)

No início da tarde de quarta-feira (19), um homem identificado como Antonio Salu, foi preso por policiais da Equipe da 213ª Delegacia de Petrolina (PE), coordenada pelo Delegado Joseilton Sampaio. O acusado foi detido em cumprimento ao mandado de prisão preventiva expedida pelo Poder Judiciário da Comarca, por envolvimento no desaparecimento de Maria do Carmo, em Petrolina (PE).

LEIA TAMBÉM:

Filho de Maria do Carmo faz apelo a vereadores e autoridades para ajudar nas buscas pela mãe desaparecida

Segundo informações da Polícia Civil, desde o desaparecimento da referida senhora, ocorrido no mês de março deste ano, a delegacia da 213ª circunscrição passou a realizar uma investigação minuciosa para identificar as pessoas responsáveis pelo crime. Após técnicas investigativas utilizadas, os policias conseguiram demonstrar documentalmente o envolvimento de Antonio Salu no sumiço de Maria do Carmo.

O suspeito foi encaminhado para a penitenciária de Petrolina e ficará à disposição da justiça, ele será novamente interrogado pelo Delegado do caso. Ainda de acordo com a PC, novas diligências ainda serão feitas pela equipe de investigação com o objetivo de aumentar o conjunto probatório e esclarecer totalmente os fatos ocorridos.

Entenda o caso

Maria do Carmo Oliveira, de 59 anos, desapareceu no dia 23 de março deste ano, em Petrolina. Ela residia no Residencial Vila Verde, bairro Antônio Cassimiro. Mesmo com a repercussão do caso na região, até o momento a senhora não foi encontrada.

Durante participação em uma sessão no dia 30 de abril, na Câmara de Vereadores de Petrolina, Wallace Nilson Oliveira Gomes, filho de dona Maria do Carmo falou sobre um suposto sequestro, como possível motivação do sumiço da mãe.

“No dia 25 de março à noite eu tinha recebido uma ligação de uma suposta pessoa que tinha ligado do telefone dela pedindo R$ 20 mil para poder devolver ela, essa informação a gente queria ficar só com a família. Mas até agora nós não sabemos, essa pessoa que havia ligado pediu sete dias e depois não ligaram mais”, disse Wallace.

Para informações sobre o paradeiro de Maria do Carmo, a família disponibilizou o número (87) 99817-1426. A prisão do suspeito de envolvimento no sumiço da senhora, realizada ontem (19), é a primeira, desde que o caso começou a ser investigado.

Deixe uma resposta