Hospital municipal de Lagoa Grande nega atendimento as comunidades vizinhas

hospital-lagoa-grande

Segundo denúncias de moradores o hospital de Lagoa Grande (PE) não estaria prestando um bom serviço as pessoas do município e das comunidades vizinhas, a exemplo de Izacolândia e Nova Descoberta.

De acordo com relatos da agricultora Marina Lopes de Oliveira, uma idosa foi medicada pelos próprios familiares numa farmácia por não conseguir atendimento médico em Lagoa Grande. “A gente veio embora com ela [a idosa] chorando de dor dentro do carro que andava. Compramos um remédio na estrada porque eles não quiseram atender lá”.

Segundo a agricultora ao reclamar da demora no atendimento a recepcionista disse a ela que os moradores da Lagoa Grande tinham prioridade, seriam os primeiros a serem atendidos e só depois entraria o pessoal de Nova Descoberta.

Janaína Alves, que reside em Lagoa Grande, confirmou a denúncia e ficou indignada com o caso. Para ela a cena é um ato de humilhação, “estive lá, eu tenho 26 anos e fui atendida. As filhas da idosa iam falar com a médica e ela sempre afirmava que a prioridade era o pessoal de Lagoa Grande. Isso não existe não, ali é um hospital público, tem que atender a qualquer pessoa”, pontuou.

O assunto repercutiu também no meio político, de acordo com a vereadora Edneuza Lafaiete  (PTB) o hospital vive uma verdadeira ‘fartura’, falta tudo inclusive medicamentos.

Deixe uma resposta