II Encontro de Serviço Social da UPAE/IMIP de Petrolina discute a “Judicialização na Saúde”

(Foto: Ascom)

O II Encontro de Serviço Social do Vale do São Francisco, promovido pelo Serviço Social da Unidade de Pronto Atendimento e Atenção Especializada de Petrolina (UPAE/IMIP), no último sábado (18), teve como tema central a “Judicialização na Saúde”.

Para auxiliar nas discussões foram convidados o promotor de justiça, Marcos Elesbão, que falou especificamente sobre o tema central; e a assistente social Maria Lúcia da Silva Souza, que discorreu sobre a atuação do profissional de serviço social frente à judicialização da saúde no contexto hospitalar.

Dentro da programação aconteceram os minicursos: “Violência contra a Mulher” (ministrado pela assessora jurídica do Centro Especializado de Atendimento à Mulher, Talita Nunes) e “O Direito do Idoso e o Cuidado Familiar” (ministrado pela atual presidente do Conselho do Idoso de Petrolina, Francineide Santos).

De acordo com Nazaré Cunha, supervisora de Serviço Social e membro da organização do evento, a avaliação é muito positiva. “Nós, enquanto assistentes sociais e profissionais da saúde, precisamos buscar garantir o direito ao acesso à rede de saúde, cuja judicialização deve ser sempre o último recurso”, avalia.

“Nós conhecemos mais a fundo a Rede de Saúde Pernambuco Bahia [Rede PEBA], inclusive as suas problemáticas, o lado da promotoria pública, e conseguimos entender onde o usuário está inserido nesse contexto. Então, já é um primeiro passo nesse longo caminho que temos para percorrer”, complementa a assistente social e ouvidora da UPAE, Síngryd Lima.

A expectativa é de que as discussões evoluam para outro nível e que o próximo ano de evento seja ainda melhor, trazendo para o centro do debate temas que realmente precisam ser estudados mais a fundo. “Não tem sido fácil, mas continuaremos lutando e propondo melhorias para que cada cidadão tenha o seu direito [sobretudo] à saúde preservado”, afirma a assistente social da UPAE, Cinthya Souza.

Deixe uma resposta