Integrantes da Frente Brasil Popular criticam postura de socialistas

Postura de socialistas pró-impeachment é criticada pela Frente Brasil Popular

Postura de socialistas pró-impeachment é criticada pela Frente Brasil Popular

Alguns dos principais nomes do PSB regional – que já deram sinalização positiva para a realização do impeachment da presidente Dilma – foram alvos de duras críticas por membros da Frente Brasil Popular em Petrolina, na tarde desta terça (12). Durante entrevista ao blog Waldiney Passos, o militante político Omar ‘Baba’ Torres avaliou a postura do senador Fernando Bezerra Coelho. “Olha, conhecendo a história de vida de FBC, vejo que ele está onde tem vantagem. Já esteve em todos os lugares de sua conveniência. Não estranho porque é postura típica de alguém que não tem ideologia, mas sim, um projeto político pessoal. No anseio de consolidar isso vai para onde o vento sopra a favor. Ele já foi homem de confiança de Roberto Magalhaes, de Miguel Arraes, de Eduardo Campos, e é de confiança de quem lhe for conveniente”.

Outros socialistas com base eleitoral no município também foram criticados. “Gonzaga tem preocupação com o processo porque, de certa forma, ele vem de camadas mais simples e construiu uma história política em defesa desse povo. Mas um Fernando Filho que já vem da elite e é comprometido com ela, não tem preocupação de justificar nada. Gonzaga vive uma dubiedade porque foi colocado pela massa. O eleitorado de Gonzaga é, em sua maioria, beneficiado pelos programas sociais do governo”.

A avaliação de Omar Torres encontra ressonância em outro militante político, João Gondim. “Gonzaga Patriota é a favor impeachment, quer votar a favor, mas tem medo do resultado, de como vai explicar isso para seu eleitorado. A agenda desse pessoal que defende este processo é extremamente agressiva, visa sobretudo aniquilar as conquistas sociais”.

Marcos Moura, outro membro local da Frente Brasil Popular, reforça as colocações. “Na verdade, FBC e tantos outros que estão a favor deste processo contra a presidente Dilma, querem mesmo é salvar a própria pele, fugir da cadeia, porque devem à Justiça. Fernando tem seu mandato de senador, dois filhos deputados, sendo que um ele quer colocar para ser candidato a prefeito de Petrolina. São mandatos que vem do dinheiro, comprando cabos eleitorais, em cada esquina de cada cidade pequena, daqui até Recife. De onde vem esse dinheiro? A Lava Jato vai responder. Ele está com medo é disso. A Justiça está tentando descobrir de onde vem tanto dinheiro”, disparou.

Deixe uma resposta