Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

“Isso é um crime”, diz representante dos empregados da Chesf sobre privatização

(Foto: Blog Waldiney Passos)

Fernando Ferro, ex-deputado federal, representante dos empregados da Chesf, esteve presente na Câmara de Vereadores de Petrolina para participar da Audiência Pública que trata das privatizações da Chesf e da Eletrobrás.

Para o ex-deputado, não há justificativa para a continuidade desse processo de privatização da Chesf, já que a empresa dá lucro ao país. “Eles querem apagar a história dos pioneiros da Chesf, de Nilo Coelho que defendia a Chesf e agora vê um parente dele participar de uma patranha dessa para destruir uma empresa como a nossa. Não tem justifica ideológica. Em termos econômicos a Chesf dá lucro”.

Ferro atacou o presidente Michel Temer, o senador Fernando Bezerra Coelho e o ministro de Minas e Energia, Fernando Filho. Para o ex-deputado, “isso é uma operação financeira, não é um processo normal”.

“Fernando Filho é um menino de recado do capital financeiro, Fernando Coelho e Michel Temer estão associados ao capital financeiro internacional para vender o nosso patrimônio, isso é um crime”.

O ex-deputado afirmou que a luta vai continuar e que os envolvidos no processo de privatização “não têm legitimidade, nem honra para propor a venda do patrimônio nacional”.

Deixe uma resposta