Jovem tatuado na testa está internado em clinica de reabilitação

(Foto: Reprodução/G1)

O adolescente de 17 anos, que teve a testa tatuada em junho, está internado em uma clínica para tratamento contra o vício de crack e álcool, em São Paulo. O jovem foi vítima de dois agressões que tatuaram sua testa com a “eu sou ladrão e vacilão”.

Em entrevista ao G1, o rapaz negou que tenha roubado uma bicicleta de um deficiente físico, que gerou as agressões dos dois torturadores. “Aquele dia eu estava com problema, estava alcoolizado e defini para mim pegar o que não é meu e acabei fazendo coisa errada. Hoje eu tenho na minha mente que não posso fazer isso, se eu quiser alguma coisa eu tenho de trabalhar e conquistar”, afirmou.

Os responsáveis pelo o crime são o tatuador Maycon Wesley Carvalho dos Reis, 27 anos, e o vizinho Ronildo Moreira de Araújo, 29 anos. A dupla segue presa até a decisão da Justiça.

Na clínica de reabilitação, o jovem aprendeu a conviver de forma diferente e a enfrentar o vício em drogas. “Depois que aconteceu aquele fato comigo eu entendi que não posso mais viver no mundo das drogas. Tenho que colocar na minha cabeça que sou uma pessoa que tem pai, mãe, que nunca me deixaram de lado”, disse o garoto.

Com informações do G1

Deixe uma resposta