Juazeiro sediou este fim de semana o 6º Congresso de Educadores de Escolas Montessorianas da Bahia

Cerca de 200 profissionais que trabalham em escolas que adotam a pedagogia e a filosofia de Maria Montessori estiveram reunidos até este sábado (26), no 6º Congresso de Educadores de Escolas Montessorianas da Bahia, que foi realizado pela primeira vez em Juazeiro (BA).

Além de educadores baianos, professores de outros estados como São Paulo, Rio de Janeiro, Pernambuco e Maceió, participaram durante dois dias de palestras, oficinas e debates sobre temas ligadas a metodologia desenvolvida pela médica e educadora Maria Montessori e a inteligência emocional.

“Nosso objetivo é reunir todos os professores que trabalham com o método montessori para a formação de seus profissionais. E este ano escolhemos estudar inteligência emocional e filosofia montessori porque a própria Maria Montessori já trabalhava isso, ela tinha uma preocupação da formação psíquica do professor”, afirmou Ana Ruth Lima, presidente da Associação Montossori Bahia.

Para a Associação o evento superou as expectativas. “Novas escolas se apresentaram, escolas que a gente não conhecia. Isso pra gente tem sido muito bom porque o grande objetivo da Montessori Bahia é justamente agregar pela regionalidade, pela proximidade geográfica  e por conta também da nossa proximidade cultural, o Montessori Bahia ele tem seus aspecto cultural mais forte. Nós temos muitas escolas e isso fez com que a gente agregasse essas escolas e pudéssemos dividir essas nossas experiências tão próximas. E como apareceram tantas escolas inesperadamente, isso nos mostra que estamos indo no caminho certo”, avaliou Marli Rabelo, vice-presidente da Associação Monstessori Bahia.

O encontro foi realizado na Escola Recanto do Pequeno Príncipe em homenagem aos 50 anos da escola que foi a primeira a adotar a metodologia montessoriana em Juazeiro. Motivo de orgulho para a fundadora do Recanto, Oscarlina Rodrigues Cardoso Tanuri. “Eu me senti realizada. Pra mim foi o marco de tudo. Um grande presente. Obrigado a todos que vieram participar. Pra mim foi uma felicidade”, afirmou Oscarlina.

Na noite de sexta-feira (25), um passeio na barca Nina pelas águas do Rio Francisco encantou os participantes. O Congresso foi concluído na noite deste sábado (26) com um forró animado pelo o sanfoneiro Matheus do Acordeon.

Deixe uma resposta