Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Leitor critica Sindicato dos Servidores Públicos de Juazeiro por pertubação de sossego no bairro Jardim Vitória

(Foto: Ilustração)

Um leitor do blog Waldiney Passos enviou uma denúncia criticando o Sindicato dos Servidores Públicos de Juazeiro (SINSERP), que fica no bairro Jardim Vitória, por perturbar o sossego da vizinhança. Segundo o leitor, o local tem servido, constantemente, como palco de festas que duram a madrugada toda.

Ainda de acordo com o leitor, há cerca de um ano e meio foi firmado um acordo com o gestor do estabelecimento, por meio de um abaixo-assinado, para que o fato não viesse a acontecer novamente.

Confira a denúncia

Na noite do dia 19 para o dia 20 de agosto, o clube do SINSERP – Sindicato dos servidores públicos de Juazeiro, localizado no bairro Jardim Vitória, mais uma vez, atrapalhou o sossego dos moradores vizinhos a esse estabelecimento com o som incrivelmente alto e perturbador oriundo de uma festa particular que lá aconteceu.  Esse evento se prolongou até avançadas horas da madrugada.

Vale citar que uma guarnição da PM ficou à disposição da festa enquanto ela durou. Provavelmente, alguém precisou de uma viatura e ouviu do atendente: “no momento, todas as nossas guarnições estão empenhadas”.

Em 12 deste mesmo mês, mais uma festa ocorreu no local durante a madrugada, novamente, perturbando o sossego dos moradores. Dificilmente, não há uma movimentação naquele local. Aos sábados e domingos, quando não há as infernais festas, os usuários do clube ligam os sons dos seus carros enquanto se embebedam nas dependências do recinto. Durante a semana, ali nem precisa estar aberto para festeiros resolverem encerrar suas comemorações regadas a álcool e a muito barulho no pátio do local. Pessoas insensatas, durante alguns dias na semana, ministram aulas de dança, utilizando música alta, por volta das 6h20 da manhã.

Tais costumes já são uma praxe há muito apoiada pelo presidente desse sindicato, o senhor CÍCERO SALES, que, certamente, no horário desse infortúnio, descansava tranquilamente na sua residência.

Há pouco mais de um ano e meio, denunciei neste veículo de comunicação os abusos do gestor do estabelecimento, o que, combinado com um abaixo-assinado de moradores do bairro, gerou um bom período de silêncio na área citada.

É fato que esse clube, administrado de forma tão irresponsável e inconsequente, vem perturbando, há meses, os cidadãos residentes nas proximidades que não conseguem usufruir da paz merecida protegida por lei.

Esse é só um desabafo. As medidas legais serão adotadas“.

Um Comentário

Deixe uma resposta