Leitora lamenta situação da Biblioteca Municipal de Petrolina

Atraso na reforma tem atrapalhado estudos, segundo leitora. (Foto: Arquivo)

Diante da dificuldade de concurseiros e estudantes de Petrolina em encontrar locais adequados para dar seguimento aos seus estudos, uma leitora lamentou a situação da Biblioteca Municipal Cid Carvalho, localizada em Petrolina (PE). Indignada, ela reclama do atraso na entrega da reforma do prédio que começou na gestão passada.

Confira o relato

Biblioteca Cid Carvalho

É com pesar e lágrimas nos olhos que escrevo mais uma vez para o blog com o objetivo de relatar a situação precária, triste e de descaso com a população de Petrolina, aliás, com os estudantes e concurseiros do Vale do São Francisco.

Petrolina, cidade conhecida mundialmente sua exportação de frutas e comidas típicas, primeira cidade do sertão pernambucano com faculdades, uma federal, estadual e Municipal, porém, precária em cultura. A preferência que seja lembrada por um São João (milionário com artistas famosos), do que uma reforma adequada e de qualidade para os estudantes da região.

A cidade, hoje, não tem um espaço de estudo oferecido pelo município, sendo necessário utilizar as bibliotecas das faculdades ou salas de estudos dos cursinhos preparatórios.

Tudo começou na gestão anterior, depois de várias manifestações dos frequentadores da biblioteca, o senhor prefeito pediu o prédio para uma reforma. Reforma essa que até os dias atuais continua, e, a, biblioteca sem atendimento ao público. Detalhe, a reforma feita na mesma não passou de conserto no teto (Precisava com urgência, é verdade!), pintura nas paredes e vidros separando os funcionários do público.

Tinha um aviso na entrada falando que seria reaberta no dia 26 de outubro de 2017, chegando lá foi encontrada no mesmo estado, com um novo aviso: atendimento interno, sem limpeza nenhuma e os funcionários morrendo no calor. Afinal, além de não colocarem refrigeradores, ainda colocaram vidros onde circulava o ar.

Portanto, fica minha indignação. Primeira como eleitora, segunda como pagadora de impostos e cidadã e terceiro e não menos importante estudante que precisa urgente de espaço para estudar.

Obrigada!

Paula Sá

Petrolina, 14 de novembro de 2017”.

Um Comentário

  • Antonio Carlos Moura

    15 de novembro de 2017 at 20:18

    Minha Amiga Paula Sá
    Você tem toda razão em protestar pelo descaso do poder público frente a Biblioteca Municipal de Petrolina.
    Entra e sai Prefeito e a situação é a mesma. O político só pensa em interesse pessoais. Nada da coletividade. Infelizmente essa é a realidade de Petrolina e todos País.
    A Biblioteca é a casa de todo estudante. Oportunidade democrática de acesso a conteúdos e estudos escolares.
    Quantas e quantas vezes estudei em bibliotecas por esse mundo afora. A política tradicional não quer investir em educação. Povo educado é povo livre. Isso é tudo que o político não quer.
    O Petrolinense não sabe escolher seus dirigentes. Votam em discursos vazios. Promessas que jamais serão cumpridas.
    A Biblioteca merece um atenção urgente dos responsável pela gestão pública. O ambiente deve ser climatizado, com acesso a internet e um grande volume de livros para pesquisas.
    Conte comigo nessa luta.

    Responder

Deixe uma resposta