Mais cinco promotores vão atuar no caso Beatriz

beatriz2

Para somar esforços, o Ministério Público de Pernambuco (MPPE) atuará em conjunto no caso da criança Beatriz Angélica Mota Ferreira da Silva, em Petrolina. A portaria do procurador-geral de Justiça, Carlos Guerra de Holanda, designando o grupo de atuação foi assinada nesta sexta-feira (10) e sairá publicada hoje no Diário Oficial do Estado.

Mais cinco promotores de Justiça atuarão no caso, sob a coordenação do promotor de Justiça Carlan Carlo da Silva. Todos já foram cientificados da decisão do procurador-geral de Justiça.

Com informações de MPPE

Deixe uma resposta