Maria Elena acusa Betão de votar contra o povo e alerta “Quem tem com que me pague, não me deve nada”

MARIA ELENA

Sem esconder a mágoa por não ter conseguido os votos necessários para derrubar o veto parcial do Executivo ao Projeto de Lei de sua autoria, que cria o ensino de Libras na rede municipal de ensino, a vereadora Maria Elena Alencar, PSB, desabou em sua página no Facebook. Na postagem a parlamentar culpa principalmente o edil Adalberto Filho (Betão) pela derrota na sessão da última quinta-feira (3), insinuando até que ele recebe benesses da prefeitura para votar projetos na Casa Plínio Amorim.

“Foi um duro golpe para a política de Educação da Comunidade Surda de Petrolina, protagonizado, principalmente pelo Vereador Betão. Ele se diz de oposição ao tempo em que por debaixo dos panos e nos bastidores recebe e fica refém das ordens do Staf do Prefeito. Até para garantir um avanço como esse vindo de um Projeto simples e socialmente inclusivo, ele fez vistas grossas, e , sem nenhum compromisso nem responsabilidade se negou a votar a favor da categoria o que garantiria os 10 votos que precisava para derrubar o Veto. Tivemos 9 votos . Todos nós pedimos, a comunidade pediu mas ele fez foi debochar dos muitos pedidos que lhe foram feitos. Mas, quem tem com que me pague ,não me deve nada” alfinetou.

Deixe uma resposta