Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Maternidade de Juazeiro lança novo protocolo de conduta para situações de hemorragia pós-parto

(Foto: ASCOM)

Na noite da última quarta-feira (13), profissionais da Maternidade Municipal de Juazeiro participaram de uma capacitação, que teve o objetivo de apresentar o novo protocolo em situações de hemorragia pós-parto. A atividade foi facilitada pelo assessor técnico da Secretaria de Saúde e ginecologista obstetra, Álvaro Pacheco. Na ocasião, a gerente de Educação Permanente, Clenilda Ananias, também realizou um acolhimento com a equipe.

De acordo com o assessor técnico, o novo protocolo é baseado em princípios de humanização e em evidências científicas. “As normas orientam nossa equipe desde a chegada da paciente, definindo os critérios que indicam quando há maior risco de sangramento”, explica.

Depois que o parto ocorre, algumas medidas também serão tomadas para reduzir o risco de hemorragia, como o lançamento de uma lista de checagem sistematizada, a qual todas as mulheres serão submetidas na primeira hora após o parto. “O objetivo é que a equipe possa reconhecer de imediato se a usuária está com algum problema relacionado à hemorragia, para que as medidas adequadas sejam tomadas”, argumenta.

O assessor ainda destaca que todos os serviços de urgência e emergência devem ter um protocolo próprio. “A instituição, através de normas, sugere os melhores passos para que se alcance o resultado esperado. Dessa forma, toda equipe fala uma só língua, tornando o resultado do trabalho mais efetivo”, afirma.

Para a coordenadora geral de enfermagem da Maternidade de Juazeiro, Maristela Cardoso, o momento foi bastante produtivo. “A equipe foi bem participativa, houve treinamento prático para que nossa equipe possa melhorar ainda mais a habilidade técnica. O mesmo treinamento ainda será repassado para novas turmas, mas já imprimimos o protocolo e multiplicamos entre os profissionais”, conclui.

Deixe uma resposta