Meteorologistas dizem que no mês de janeiro existe previsão de 19 dias de chuvas no Oeste da Bahia

Chuva no Capim
Os meteorologistas estimam que nos 19 dias do próximo mês, a precipitação será de 190 a 200 mm, uma benção para as sofridas lavouras do Oeste baiano, onde neste mês de dezembro choveu apenas 1/4 disso.
Apesar  poucas, as chuvas, as precipitações foram esparsas, com alguns locais ficando ainda mais carentes de umidade no solo. Um mês de boas chuvas para aquelas variedades de ciclo curto de soja pode viabilizar uma boa produção, além de oportunizar o desenvolvimento do plantio de algodão e o estabelecimento de uma boa arquitetura das plantas onde o plantio da fibra já foi implantado.
Com a prometida inversão climática do fenômeno El Niño (aquecimento das águas do Pacífico na linha equatorial) em La Niña, poderemos ter chuvas mais tardias, principalmente no sertão mais profundo do Nordeste, que já enfrenta o 4º ano consecutivo de seca. Todos os nordestinos já aguardam, com muita esperança, o dia de São José, 19 de março. Se chover nesse dia é sinal de que as chuvas vão se prolongar até junho.

Deixe uma resposta