Michel Temer afirma que não vai interferir na Operação Lava-Jato

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Em um duro pronunciamento, na posse conjunta dos novos presidentes da Petrobras, dos bancos públicos e do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), o presidente interino Michel Temer afirmou que o país encontra-se mergulhado “em uma das crises mais graves” da história, mas que é possível reverter esse quadro para retomar a confiança e o crescimento. Temer desmentiu que cortará investimentos na saúde e na educação, disse que não vai interferir na Operação Lava-Jato e voltou a pedir união nacional para retirar o país da crise atual.

Deixe uma resposta