Deputado Adalberto Cavalcanti leva pais de Beatriz para encontro com o ministro da Justiça

Pais de Beatriz pediram que Polícia Federal entre no caso (Foto: divulgação)

Pais de Beatriz pediram que Polícia Federal entre no caso (Foto: divulgação)

Na manhã desta quinta-feira (8) o ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, recebeu em seu gabinete o deputado Adalberto Cavalcante (PTB) acompanhado dos pais da menina Beatriz Angélica, Sandro Romildo e Lúcia Mota.

A pauta do encontro é o pedido de justiça para desvendar o crime ocorrido no interior do Colégio Nossa Senhora Auxiliadora na cidade de Petrolina (PE), pedido este que também tivera sido feito ao presidente Michel Temer que se prontificou a colaborar com o caso.

2016-12-08-photo-00000019Segundo o deputado, eles foram muito bem recepcionados pelo ministro que prometeu falar com o secretário Nacional de Segurança Pública e Procuradores do Estado de Pernambuco no sentido de ajudar a desvendar o mistério que se tornou este crime, disponibilizando o que for necessário para elucidação do caso.

Sensível à reivindicação da família, o ministro afirmou ser possível efetivar uma cooperação técnica entre a Polícia Federal e Polícia Civil de Pernambuco e afirmou que entrará em contato com o Ministério Público do Estado de Pernambuco e também com o Secretário de Segurança daquele estado para melhor se inteirar do caso.

O Convênio de Parceria entre essas duas polícias também conta com o apoio do Ministério Público de Pernambuco, que já designou uma equipe exclusiva formada por seis promotores daquele estado por entender que se trata de um caso de difícil elucidação. Ambos reconhecem que o apoio com pessoal e técnico da Polícia Federal poderá ser decisivo para o esclarecimento deste crime.

Deixe uma resposta