Ministro do Meio Ambiente visitará Pernambuco para discutir aparecimento das manchas de óleo

(Foto: Reprodução/Twitter)

O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles visitará Pernambuco nesta terça-feira (22) para analisar e discutir a questão das manchas de óleo que chegam às praias nordestinas. Salles terá uma reunião com o governador Paulo Câmara, no Palácio do Campo das Princesas.

O encontro foi articulado e mediado pelo deputado Silvio Costa Filho. “Segundo o ministro, algumas medidas já estão sendo tomadas. Durante a visita, ele vai juntar esforços, junto ao governador, para enfrentar este
problema que preocupa todos nós”, afirmou o deputado.

As primeiras manchas de óleo foram identificadas no mês passado, em Sergipe. Depois atingiram a Bahia e nessa semana, Pernambuco. Uma das principais praias do Estado, Carneiros em Tamandaré amanheceu na sexta-feira (18) atingida pelo óleo.

Governo do Estado retira 20 toneladas de óleo

Equipes do Estado identificaram óleo nas praias dos Carneiros e Boca da Barra, ambas em Tamandaré; na praia de Mamucabinhas, em Barreiros; e na Ilha de Santo Aleixo, Aver-o-Mar e Guaiamum, em Sirinhaém. Também foram encontrados pontos de óleo no Rio Persinunga (São José da Coroa Grande); Rio Una (Barreiros); e Rio Formoso (Tamandaré).

Depois do trabalho de 200 pessoas, 20 toneladas de óleo foram retiradas. Foram utilizados 1 helicóptero da Secretaria de Defesa Social (SDS); 1 drone da Casa Civil; 30 viaturas; 8 caminhões, sendo 5 de transporte militar e 3 de carga; 3 tratores; e 3 barcos, sendo 1 catamarã, 1 lancha e 1 navio-patrulha da Marinha.

MPF vê negligência do Governo Federal

O Ministério Público Federal (MPF) criticou a União por não adotar medidas para evitar danos ambientais. Para o MPF, a União está sendo omissa ao protelar medidas protetivas e não atuar de forma articulada no Nordeste, dada a gravidade da situação.

A medida de emergência, de acordo com o órgão, seria o acionamento do Plano Nacional de Contingência para Incidentes de Poluição por Óleo em Águas, que prepara o país para casos justamente como o que afeta a costa do Nordeste.

Com informações do JC Online e G1

Deixe uma resposta