Moradores da Lagoa do Boi rebatem versão da imprensa sobre saque de carga de veículo envolvido em acidente na BR-235

Indignação, esse foi o sentimento que tomou conta da comunidade de Lagoa do Boi, distrito de Pinhões, zona rural de Juazeiro (BA), surpreendida na manhã desta quarta-feira (22) com notícias que acusam moradores da localidade de saquear a carga de um dos veículos envolvido no acidente ocorrido na tarde ontem (21), na BR-235.

LEIA TAMBÉM:

Acidente na BR-235 deixa motorista ferido e veículo incendiado

Fotos e vídeos divulgados pela imprensa, mostram moradores recolhendo as frutas que ficaram espalhadas no asfalto, para validar a versão que acusa moradores de saqueamento. Porém, a versão da população da comunidade rebate os noticiários e revela que os moradores recolheram a carga para entregar ao condutor do veículo ou para algum responsável pelo material.

Em entrevista ao Blog Waldiney Passos, Maria de Fátima da Silva Nunes, Vice-Presidente da Associação de Mulheres e Amigos Criadores Rurais da Lagoa do Boi e Vizinhança, afirmou que a carga permanece na comunidade. “A gente não saqueou a carga, o que a gente pôde salvar está aqui, para não deixar em cima do caminhão”, disse.

Ainda de acordo com a representante da comunidade, o acidente aconteceu por volta das 16h, e o Corpo de Bombeiro chegou uma hora depois. Ela conta que muitos se sacrificaram para salvar a vida do condutor. “Se espera pelos Bombeiros o homem tinha morrido, então, a sorte é que todo mundo tem um reservatório, aí secamos uma caixa da casa da minha mãe, e a água da minha cisterna que tinha sido abastecida com um pipa d’água. A salvação desse motorista foi o pessoal daqui que salvaram a vida dele”, relata Fátima da Silva.

Como se não bastasse utilizar a água, um dos bens mais preciosos da comunidade rural, homens e mulheres arriscaram a própria vida para salvar o condutor do veículo que ficou preso nas ferragens do caminhão. “Quando os bombeiros chegaram, nós já tínhamos tirado o carro dele do lugar, já tinha puxado o outro caminhoneiro, colocamos um cabo de aço e afastamos o carro para mais longe e apagamos o fogo, só depois esperamos o corpo de bombeiro. E isso ninguém falou.”

Na noite de ontem (21), o Portal G1 Bahia publicou uma matéria sobre o acidente, informando que a carga foi saqueada por populares. Após a publicação, a notícia se espalhou, e outros portais de notícia replicaram a informação. O Blog Waldiney Passos entrou em contato com o G1 para saber o posicionamento do veículo diante da reivindicação da comunidade, e quais providências serão tomadas para reverter a situação. Até o momento não obtivemos resposta.

Deixe uma resposta