Morte de adolescente é investigada por suspeita de H1N1

Pernambuco registrou a primeira morte suspeita de H1N1. A vítima é uma estudante de medicina de 17 anos morreu vítima da Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), causada por vários tipos do vírus influenza, sendo um deles o H1N1.

A Secretaria de Saúde do Recife investiga o caso. A adolescente deu entrada em um hospital particular do Recife no último sábado (27) com sintomas como vômito, febre e dores no corpo. Ela morreu no mesmo dia que chegou à unidade de saúde.

Em 2019 o Brasil registrou, até 13 de abril, 369 casos de influenza. Desde a última segunda (29), além de crianças, gestantes e puérperas, trabalhadores da saúde, povos indígenas, idosos, professores de escolas públicas e privadas, pessoas com comorbidades e outras condições clínicas especiais, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas, funcionários do sistema prisional e pessoas privadas de liberdade podem procurar postos de saúde pelo país para participar da Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe. (Com informações do NE 10).

Deixe uma resposta