Mostra científica destaca criação de aplicativos e vídeos em Petrolina

(Foto: ASCOM)

As turmas do 9º Ano do Ensino Fundamental II e 1º e 2ª Séries do Ensino Médio começaram o movimento na escola a partir das 16h. (Foto: ASCOM)

Um aplicativo que traduz em linguagem Braille as frases digitadas no smartphone e um vídeo com 3 minutos que apresenta os impactos da tecnologia na economia. Estes são apenas dois exemplos dos trabalhos apresentados, na última sexta-feira (21), pelos alunos do Plenus Colégio e Curso, durante a Mostra de Ciência ‘O Mundo da Tecnologia: dos Primatas ao Homo tecnosapiens’.

As turmas do 9º Ano do Ensino Fundamental II e 1º e 2ª Séries do Ensino Médio começaram o movimento na escola a partir das 16h. Distribuídos em 14 equipes, os projetos surpreendiam o público visitante pelo ineditismo e formatos.

Tinha trabalho na área de vídeo, produção de tela, ilustração artística, histórias em quadrões, painel fotográfico, pintura em tela e divulgação de marketing, além do desenvolvimento de aplicativos.

Segundo a aluna Sara Beatriz, do 2º Ano C, que produziu o vídeo sobre os impactos da tecnologia, a experiência foi muito proveitosa para toda equipe.

“Fizemos a pesquisa, entrevistamos, colhemos as imagens, editamos e finalizamos tudo em quatro dias. E o que é melhor, hoje temos a plena convicção de que a tecnologia evoluiu muito, mas também fez muita gente perder o emprego”.

De acordo com a Coordenadora do Ensino Médio, Patrícia Cunha, a Mostra de Ciência desse ano foi extremamente positiva, tanto na primeira como na segunda fase.

“Na primeira fase, acontecida no último dia 7, os alunos dos 6º aos 8º anos do ensino Fundamental II fizeram um resgate histórico da evolução e interferência da tecnologia em nossa sociedade, agora nesta segunda etapa, o que vemos é uma contextualização com a nossa realidade, e os trabalhos apresentam conceitos de um futuro bem próximo”, concluiu a Coordenadora, ressaltando que os professores de todas as disciplinas estiveram presentes, apoiando os alunos.

Com informações da ASCOM

Deixe uma resposta